Hoje, quando pensamos nas terras de Odemira, pensamos em duas grandes ‘marcas’ que o imaginário colectivo nacional identifica com este território:

› As praias, selvagens, paradisíacas, únicas, genericamente referidas como ‘da Costa Vicentina’ ou ‘Alentejanas’.

› O Sudoeste, um acontecimento que marca o calendário de algumas gerações, com mais importância que um qualquer chegar de aves migratórias ou o amadurecer dos frutos. ‘Sudoeste’, assim mesmo, sem mais qualificativos, é Verão!